Seja Representante Hidrosux

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Vapor de Ozônio capilar

A ozônioterapia é um procedimento com ótimos resultados na Terapia Capilar. Além disso, é natural e sem aditivos químicos.
Os benefícios são muitos:
✔Ajuda no crescimento
✔Fortalece os fios
✔Rejuvenesce os fios
✔Elimina qualquer infecção microbiana do couro cabeludo ou dos fios
✔Dá volume, deixando o cabelo mais encorpado
✔Repara e reconstrói os fios
✔Ajuda a eliminar as pontas duplas
✔Diminui o frizz
✔Combate a caspa
✔Brilho surpreendente
✔Cabelo mais macio
Mas antes do tratamento, uma boa avaliação é necessária para definir que tipo de tratamento será feito e de que maneira o ozônio deve ser utilizado em cada caso.


sexta-feira, 17 de abril de 2020

Biossegurança na limpeza de pele


Em todo procedimento estético ou de saúde sabemos que o primordial alem do resultado é a segurança em relação ao profissional e cliente. Manter bons hábitos de segurança no trabalho é primordial para mantem nossa reputação no mercado.
É preciso ter consciência dos riscos ambientais, manuseio e aplicações de produtos químicos estando sempre atento as instruções e orientações dos fabricantes.
Um dos procedimentos mais solicitados na estética é a limpeza de pele, que pode ser realizada de diversas formas, sendo a extração com sucção uma das formas mais seguras.
A limpeza de pele com extração por sucção, não possui contato total da profissional com a cliente, é utilizado um aparelho de pressão negativa que proporciona uma sucção localizada através da caneta extratora, essa sucção é direcionada ao poro com sujidade, oleosidade, cravos ou espinhas, causando extração de forma rápida e profunda, sem agredir uma grande área da pele da cliente.
A ponteira tem formato anatômico que facilita a abertura do poro e sucção, o tubo cilindrico transparente serve como um deposito das impurezas e pode ser apresentada ao cliente no final do procedimento enfatizando o resultado da limpeza incentivando o cliente a manter regularidade de procedimento.
Feita de forma correta a limpeza se torna menos dolorida com rápida recuperação da pele e menos marcas.
Por isso é indicado o uso da caneta extrator "Hidrosux Slim" que utiliza ponteiras de uso único e segura, as ponteiras são blistadas na fabrica e estão livre de contaminação.
O uso das ponteira agrega valor e confiança a limpeza de pele oferecida pela profissional é um diferencial essencial principalmente nos dias atuais.

Trabalhe com segurança lembrando sempre da biossegurança, faça a reposição das ponteiras de forma segura e eficaz.

Autor: Ingrid Etiene



Ponteiras: https://www.hidrosux.com.br/ponteira-caneta-hidrosux
Caneta extrator Hidrosux Slim: https://www.hidrosux.com.br/extratorcravoseespinhas
Equipamento: https://www.hidrosux.com.br/kitbronze

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

ENDERMOTERAPIA SOBRE A GORDURA ABDOMINAL


Vácuo endermo




Endermoterapia 

A endermoterapia foi desenvolvida primeiramente pelo engenheiro francês Louis Paul Guitay, em 1970, quando este buscava desenvolver uma técnica que diminuísse cicatrizes oriundas de acidentes de carro. Ele criou um mecanismo que pudesse auxiliar os terapeutas, um aparelho portátil com um cabeçote massageador, que, aplicado sobre a área a ser tratada, fazia sucções e rolamentos sobre o tecido subjacente. Inicialmente o aparelho foi utilizado na recuperação de queimados, mas, descobriu-se ser também eficaz para o tratamento de celulite (LGD), gordura localizada, entre outros recursos (ERSEK et al., 1997; FODOR, 1997; CHANG et al., 1998; BENELLI et al., 1999). 

A endermoterapia é um recurso da área de Dermato-Funcional, de origem francesa, onde se realiza uma sucção sobre a pele através de ventosas que tem formas e diâmetros diferentes podendo ser utilizadas em diversos tipos de tratamentos estéticos, porém ainda é considerada uma novidade nesta área, pois é 21 um procedimento seguro que não utiliza nem agulhas e nem injeções. Utiliza o vácuo, que atua na pele, camada adiposa e musculatura, promovendo melhora circulatória e drenagem linfática. (PETIT, 1997; BORELLI, 2004). 

O tratamento com endermoterapia consiste na aplicação de um equipamento que cria um vácuo (pressão negativa) (MCDANIEL et al., 1998), sendo um recurso o qual engloba equipamentos específicos baseados na sucção (GUIRRO e GUIRRO, 2002), recuperando a pele, promovendo melhora na circulação, maior oxigenação, nutrição e eliminação de toxinas do tecido (TOGNI, 2006). Considerado como um procedimento seguro, sem agulhas ou injeções, que age através da massagem profunda associada ao vácuo o qual é promovido pelo aparelho atuando na pele, camada adiposa e muscular, estimulando a circulação e a drenagem linfática (BIER et al., 1999; PETIT, 1997). 

O equipamento é composto por dois rolinhos que deslizam sobre a pele e realizam uma tração no corpo, aumentando em até três vezes a drenagem linfática e a produção de colágeno (substância responsável pela elasticidade da pele). A ação desses efeitos permanece até seis horas após o término da sessão (MIRANDA, 1991). 

Autor pesquisado e citado abaixo afirma ainda que a endermoterapia favorece a eliminação de toxinas, edemas e também de gordura localizada, realiza a quebra da gordura, por meio da sucção, mobilizando o tecido conjuntivo e tonificando as fibras elásticas (MILANI, 2005). 

A endermoterapia trata-se também de uma modalidade Fisioterapêutica, através de aparelhos, empregando o ar para aspiração e compressão rítmica controlada, possui um cabeçote com dois roletes móveis, que permite estirar os tecidos e realizar manobras Fisioterapêuticas (massagem e drenagem manual). (MEDEIROS, 2004). Para o sucesso dos tratamentos na área de estética, ou fisioterapia dermatofuncional, é de extrema importância salientar a correta aplicação das técnicas, sendo imprescindível a presença do profissional qualificado e habilitado para a execução e compreensão dos procedimentos realizados (KEDE & SABATOVICH, 2004; MARTINEZ & RITTES, 2004).

texto extraido: 
OS EFEITOS DA ENDERMOTERAPIA SOBRE A GORDURA ABDOMINAL – UMA ANÁLISE POR MEIO DA PLICOMETRIA E DE BIOIMPEDÂNCIA
http://repositorio.unesc.net/bitstream/1/325/1/Ingrid%20de%20Moura%20de%20Mattia.pdf

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

ENDERMOLOGIA


O que é a endermologia?
A endermologia é uma massagem profunda obtida a partir da associação de vácuo (também chamado de pressão negativa), gerado por uma bomba, com manobras de massagem feitas com a técnica de "palpação e rolamento", propiciada por ventosas ou cabeçotes adequados. A técnica surgiu na França entre as décadas de 1970 e 1980, com aparelhos tecnicamente inferiores aos que existem hoje, e chegou ao Brasil há pelo menos 20 anos. Hoje existem vários modelos e marcas de aparelhos que fazem a endermologia.
VÁCUO ENDERMO HIDROSUX COM MANOPLA DE MASSASEM, ROLETE CORPORAL


Sinônimos para a endermologia
Endermoterapia e Vacuoterapia.

Como é feita a endermologia?
"O aparelho massageia o corpo por meio de sucção", explica a dermatologista Geana Lima, especialista em medicina estética. "Ele é composto por dois rolinhos que, ao deslizar sobre a pele, melhoram a circulação local e ajudam na eliminação de toxinas". É massageado todo o corpo - braços, pernas e barriga - sobre o trajeto dos vasos linfáticos, no sentido do gânglio linfático. Nas pernas, os movimentos são ascendentes: da perna até a fossa poplítea (parte posterior do joelho), da coxa até a virilha. Na barriga o movimento deve ser feito em direção à virilha e nos braços em direção às axilas.

Ação da endermologia
A endermologia age ativando o sistema linfático, a partir da drenagem dos líquidos feita pelo aparelho, e estimulando os fibroblastos do tecido conjuntivo - que fica localizado na derme, a camada mais profunda da pele - a produzir colágeno, substância que ajuda a dar o aspecto de firmeza à pele. Há também atuação sobre o tecido adiposo: "a endermologia consegue quebrar algumas células de gordura em processo de envelhecimento", explica a dermatologista Ursula Metelmann, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A endermologia faz ainda uma esfoliação que elimina as células mortas e devolve à pele o seu brilho natural.

Quem pode aplicar a endermologia
Geralmente a endermologia é aplicada por esteticista com formação técnica ou fisioterapeutas. Como este não é um tratamento estritamente médico, muitas vezes os pacientes não passam por consulta médica. No entanto, a dermatologista Ursula explica que o médico dermatologista pode determinar o grau de celulite e indicar o melhor tratamento para o caso com mais precisão.

Indicações da endermologia
"A principal indicação é o combate à celulite, mas ela também pode ser aliada em casos de gordura localizada, na remoção de cravos, na drenagem linfática, na atenuação de cicatrizes e rugas e em cuidados com a pele antes e depois de cirurgia plástica", explica a dermatologista Geana.


Preparação para a endermologia
A pele deve estar limpa e deve ser evitada a depilação com cera, que pode machucar e sensibilizar a pele, pelo menos dois dias antes da sessão de endermologia. Para o procedimento, é indicado o uso de uma roupa específica, o fato corporal, que dá maior aderência do aparelho à pele e ajuda no seu deslizamento. Segundo a dermatologista Geana, pode também ser feita a aplicação de óleos de massagem para facilitar o deslizamento do aparelho.

Tempo de duração da endermologia
Cada sessão de endermologia, que trabalha o corpo todo, dura cerca de 35 minutos.
Número de sessões necessárias de endermologia
São necessárias em média seis sessões para que sejam vistos os resultados, mas há casos em que são necessárias até 10 sessões. Elas devem ser feitas cerca de duas vezes por semana: no mínimo uma vez por semana e no máximo a cada dois dias. Depois de conquistados os resultados, ela deve ser feita uma sessão por mês para manutenção e, em casos mais graves, de 15 em 15 dias.

Resultados da endermologia
Os resultados da endermologia podem ser definitivos, principalmente em graus mais leves. "Em graus mais avançados, como o grau 4, pode haver a necessidade de agregar outros tratamentos, como a subcisão - método cirúrgico que age sobre o tecido fibrótico da celulite", explica Ursula Metelmann. Mas, mesmo em casos mais amenos, caso persistam fatores como a hereditariedade, alimentação desequilibrada, tabagismo, sedentarismo, uso de pílulas anticoncepcionais e tratamentos de reposição hormonal, a eliminação definitiva da celulite pode se tornar mais difícil.

Complicações da endermologia
Geralmente, o procedimento não gera dor, no entanto, em casos em que a celulite é mais grave, pode não haver circulação local adequada, e, consequentemente, uma sensação dolorosa. Além disso, podem surguir hematomas, sausados pela massagem profunda. Nesse caso, deve ser evitada a exposição ao sol, que pode causar manchas.O problema regride espontâneamente.

Contraindicações da endermologia
Como a endermologia aumenta a circulação sanguínea, algumas doenças podem ser incompatíveis com o tratamento, como trombose, doenças infecciosas e progressivas, câncer, problemas de coração, infecções agudas ou inflamações, problemas respiratórios, problemas nos rins, hepatite, diabetes e problemas circulatórios. "Pacientes com cicatrizes inelásticas, infecção na área do tratamento ou que usem com marca-passo ou desfibrilador interno também são contraindicados", destaca o dermatologista Abdo Salomão. Também não se recomenda o tratamento a mulheres grávidas

Tratamentos associados à endermologia
Como a endermologia deve ser feita, pelo menos, em dias alternados, a drenagem linfática pode ser feita no intervalo, acelerando os resultados. A drenagem linfática ajudará a diminuir medidas e celulite, eliminando os líquidos retidos. A utilização de equipamentos de ultrassom, infravermelho e radiofrequência também pode estar associada com o objetivo de melhorar o contorno corporal.

Fontes
Dermatologista Geana Lima (CRM: 99005), dermatologista especializada em medicina estética
Dermatologista Ursula Metelmann (CRM: 92449), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)
Dermatologista Abdo Salomão (CRM: 36939), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologihttps://www.minhavida.com.br/beleza/tudo-sobre/16449-endermologia

terça-feira, 25 de junho de 2019

Utilização do Vapor de ôzonio

A vaporização feita através do Vapor de Ozônio estimula a dilatação dos poros e deixa a pele macia, o que facilita as extrações dos comedões e pústulas durante o processo de limpeza profunda da pele. Também é indicada antes de esfoliações e hidratações corporais e faciais.

Os seus benefícios passam pelos procedimentos de hidratação e nutrição, a vasodilatação por ele provocada melhora a introdução dos princípios ativos aplicados na pele. Ativa a circulação, elimina toxinas e aumenta a oxigenação das células.


O vapor de ozônio, além de todas essas vantagens atua também como bactericida e fungicida, prevenindo a pele de contaminação e posterior inflamação, principalmente no quadro acneico, em que o índice de micro-organismos é mais alto. O Ozônio é gerado através de uma lâmpada ultravioleta, colocada estrategicamente, irradia o vapor, conseguindo-se a produção de ozônio. Pode ser utilizado em todos os diferentes tipos de pele, mas recomenda-se deixar o vapor por menos tempo em peles sensíveis.

Contra-indicações:
-Peles sensíveis,com couperose ou telangectasias só deve ser aplicado com uma gaze úmida sobre o rosto.
-Não aplicar em pessoas com tumores.
-Não aplicar em crianças.
-Pessoas com asma ter uma atenção especial para não sentirem-se sufocadas com o vapor.
https://www.hidrosux.com.br/aparelho-vapor-com-ozonio

quinta-feira, 28 de março de 2019

Vacuoterapia / Endermologia

Vacuoterapia / Endermologia

VACUOTERAPIA / ENDERMOLOGIA
https://www.hidrosux.com.br/ventosas

Vacuoterapia ou endermologia é muito utilizada nos procedimentos de estética, apesar de ser uma técnica antiga, deve ser utilizada com cautela, mediante uma prévia avaliação detalhada para evitar danos ao tecido.
São equipamentos que possuem técnica de sucção eque geram pressão negativa medida em milímetros VACUOTERAPIA de mercúrio (mmHg) que serve para mobilizar tecidos. Ao realizar esta técnica, o profissional que a aplica quer produzir uma mobilização dos tecidos da pele e da tela subcutânea mais profundamente, como o movimento de rolamento feito com as mãos na massagem manual. Esse movimento permite o aumento na circulação sanguínea local, melhorando o aspecto da HLDG(“celulite”) e a distribuição do tecido adiposo, sendo uma técnica muito utilizada para essas finalidades, além disso, ela facilita a permeação de ativos que o profissional venha usar junto com a técnica. Na prática o aparelho substitui manobras da massagem modeladora, oferecendo uma mobilização mais intensa dos tecidos. A pele deve estar sempre integra e limpa para receber o procedimento que é feito com óleo ou creme de massagem.

ENDERMOLOGIAO cabeçote do aparelho de endermo possui as funções de sugar, rolar e apalpar, a pressão gerada no cabeçote consegue distorcer as fibras dos tecidos massageados. Temos diversos tipos de ventosas, as que possuem roletes e que geralmente são de plástico, e as ventosas de vidro. Esta técnica pode ser usada também em tratamentos faciais com ventosas menores, geralmente de vidro e sem roletes, para ajudar no estímulo da produção de colágeno, auxilia no sistema linfático e também por seu efeito vasodilatador acaba auxiliando na permeação de ativos. As manobras de endermologia devem ser realizadas no sentido das fibras musculares e seguindo as linhas de tensão da pele, para evitar flacidez.

MANOBRAS

Podem ser utilizadas na face e no corpo.
Longitudinais longas – realizadas no sentido das linhas de tensão usadas para evitar a flacidez e facilitar o retorno venoso e linfático.
Transversais curtos – São movimentos desfibrosantes, utilizados na HLDG, fibroses, gordura localizada e em cicatrizes.

INDICAÇÕES

Técnica muito utilizada nos tratamentos de HLDGgordura localizadafibroses e cicatrizesestrias, aderências, rugas, Tratamentos de rejuvenescimento e revitalização cutânea, etc.
Drenagem Linfática: Pressão de -40 até -60 mmHg ( respeitando o sentido linfático)
Flacidez: Pressão até -100 mmHg e se for moderada até -60 mmHg
Lipodistrofia e HLDG: – 100 a -150 mmHg
Estrias: Pressão de -300 a -400 mmHg ( com a ponteira fina sobre cada estria até causar hiperemia)
* Sempre respeitando os limites de sensibilidade do cliente

IMPORTANTE

– É de extrema importância que o profissional que irá aplicar esta modalidade seja capacitado, e devidamente treinado pela empresa fabricante do equipamento, pois cada equipamento possui suas particularidades. Profissionais mal treinados podem causar manchas roxas sobre a pele do cliente, desconforto extremo na aplicação do equipamento, etc.
– Sempre utilize bastante veiculo deslizante como cremes ou óleos, isso facilita as manobras e diminui o incomodo para o cliente. Caso seque o creme ou o óleo, reaplique antes de continuar com as manobras.
– Sempre segure a pele do cliente para a retirada da ventosa, pois além estimular a flacidez puxando a ventosa sem o apoio das mãos poderá ocorrer a formação de equimoses (roxos na pele). Se o cliente relatar dor diminua a intensidade da sucção até ser tolerável.

CONTRAINDICAÇÕES

Tumores e afecções de pele, flebites, tromboses, hérnias, fragilidade capilar, doenças infecciosas evolutivas, reumatismo, pessoas com distúrbios de sensibilidade.

escrito por POR BEATRIZ LESSA
Referências
PUJOL, A. P.  Nutrição aplicada à estética. Ed. Rubio Ltda, Rio De Janeiro, 2011
PEREIRA, M. F. L. Eletroterapia: no tratamento estético. 1. Ed. São Paulo: Difusão, 2014
Blog referencia www.mundoestetica.com.br/esteticageral/vacuoterapia-endermologia/

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Protocolo Peeling Diamante


SUGESTÕES DE TRATAMENTOS

Peeling de diamante tira manchas da pele e combate rugas, também conhecido por microdermoabrasão, é um tratamento estético que faz uma esfoliação profunda ou superficial da pele, retirando as células mortas da camada mais superficial "camada córnea", sendo muito eficiente para retirar as manchas e combater as rugas porque estimula a produção de colágeno e elastina, que são fundamentais para manter a pele firme e uniforme.

Apesar de ser mais indicado para tratamentos faciais, o peeling de diamante também pode ser realizado em outras regiões do corpo como pescoço, colo, braços e costas, para retirar pequenas manchas deixadas por cicatrizes, por exemplo. Além disso, também é um bom complemento terapêutico para minimizar estrias brancas ou vermelhas.

O peeling de diamante não dói* e logo depois do procedimento é possível voltar imediatamente ao trabalho e as suas atividades sociais, diferentemente do que ocorre quando se faz um peeling químico, em que é preciso se afastar dessas atividades durante alguns dias

Caneta Peeling diamante

A caneta com uma ponteira da diamante é conectada a um aparelho de vácuo, promovendo um lixamento na pele , através da pressão negativa do vácuo , mais a granulometria da ponteira de diamante.

 O fundamento desta técnica é igual ao da lixa d'água: quanto maior, mais profundo será o peeling As ponteiras a ser escolhidas são entre 50 e 150 mícras .

O aparelho de vácuo deve ser utilizado com uma pressão entre 300 mmHg a 400 mmHg de pressurização.

Os parâmetros utilizados para determinar a profundidade do Peeling são: a granolometria da ponteira, a pressão utilizada para a sucção, o número de passagens sobre a área a ser tratada e a velocidade a ser utilizada.

A ponteira de diamante é escolhida de acordo com a necessidade e a sensibilidade da pele.

Na sequência de aplicação desta técnica, começa-se pela região frontal do cliente, passando para a região do sulco nasogeniano, um pouco mais para a lateral, seguindo-se para a pálpebra inferior do lado direito, passa-se o aparelho ao redor da orelha, indo até o implante capilar .

Repete-se o mesmo procedimento do lado esquerdo. Depois será região orbicular dos lábios, usando o aparelho por todo  o mento, passando então para o buço e finalizando no nariz.

As ponteiras devem ser de aço cirúrgico, podendo ser esterilizadas por qualquer método convencional, que, após a sua aplicação, pode ser utilizada qualquer outra técnica , inclusive um peeling químico.



Para que serve
O peeling de diamente possui diversos benefícios, podendo ser utilizado para:
Ø  Remover manchas presentes na camada mais superficial da pele, conhecidas como melanoses;
Ø  Tratar cicatrizes de acne;
Ø  Suavizar e remover rugas;
Ø  Desobstruir os poros;
Ø  Tratar estrias;
Ø  Diminuir a oleosidade da pele.
Ø  O peeling de diamante funciona a partir de uma esfoliação, realizada com auxílio de um equipamento específico, que além de remover a camada de células mortas, estimula a produção de colágeno, melhorando o aspecto, textura e aparência da pele.

Quando é indicado fazer
O peeling de diamante pode ser feito em qualquer época do ano, no entanto ele é mais indicado quando as temperaturas estão mais amenas, como no outono ou inverno.

Após o procedimento deve-se lavar o rosto com sabonete neutro, evitar expôr-se ao sol e usar protetor solar diariamente. Uma boa forma de não esquecer de usar o protetor solar é comprar um creme de rosto ou maquiagem que já contenha fator de proteção solar no mesmo produto. Assim a pele não fica pegajosa, nem sobrecarregada. Veja qual é o melhor fator de proteção para cada pele.

Para a manutenção adequada da pele, após essa esfoliação mais profunda da pele, recomenda-se o uso de bons produtos cosméticos, de marcas de confiança ou manipulados de acordo com a necessidade. Saiba quais são os cuidados após a microdermoabrasão.

Quando não é indicado
O peeling de diamante não é recomendado para quem possui a pele muito sensível, inflamada ou com acne de graus II, III ou IV. Nesses casos é preciso esperar até que a pele esteja cicatrizada e que o dermatologista autorize o procedimento para evitar lesões.

Quantas sessões devo fazer
O número de sessões de peeling de diamante depende do estado da pele da pessoa e do objetivo do tratamento, podendo ser necessário de duas a 5 cinco sessões ou mais para alcançar o resultado desejado.

As sessões normalmente duram de 15 a 30 minutos, dependendo da área a ser tratada, o intervalo entre cada sessão deve ser de 15 a 30 dias e o procedimento deve ser realizado por um dermatologista, fisioterapeuta dermatofuncional ou esteticista.
*Dor é relativo e variável de acordo com cada individuo